[RESENHA] A Roda do Tempo: A Ascensão da Sombra [Livro #4]

2 de setembro de 2019

Olá Leitores!

Páginas: 991 |Editora: Intrínseca |Autor: Robert Jordan | Ano: 2015


(Pode conter spoilers dos volumes anteriores.)

Esse é o quarto livro da saga A Roda do Tempo. Ele foi sem dúvidas o livro da série em que percebi que as coisas estavam realmente ficando sérias. Ele inicia com Rand já tendo se proclamado Dragão Renascido, que foi uma das grandes dúvidas nos volumes anteriores.

Junto com a proclamação ter dado uma face mais séria para a saga, os amigos de Rand: Mat e Perrin, também já estão mais maduros e temos uma opinião melhor sobre a importância dos dois na série. Mas o que realmente me fascinou neste volume 4, foram os Aiel. Já deixei claro o quanto A Roda do Tempo tem um universo expandido.
"Há de ser o que a Roda tecer."
No mapa, há diversas cidades e países, juntamente com novas culturas que adorei conhecer. Os personagens passam pelos lugares que acompanhamos pelo mapa deixando a história cheia de aventuras. Durante a leitura dos livros anteriores, vi muitas menções aos Aiel, porém nenhum deles apareceram e nenhum dos personagens aqui foram se aventurar no deserto onde moram. Tudo dava a entender que eram pessoas "selvagens".
Rand, por outro lado, sempre foi comparado a um Aiel por suas características físicas se assemelharem aos deles. Em A Ascensão da Sombra, os Aiel já estão na Pedra de Tear, que é onde Rand, seus amigos e as demais pessoas que andam com ele estão também. O que posso dizer sem dar spoilers, é que os Aiel estão bem mais presentes neste livro, seus costumes são diferenciados e os tornam donos de uma cultura que adorei conhecer.
O cuidado em prestar atenção aos detalhes nesse livro é ainda maior do que aconselho aos outros. Robert Jordan adora soltar pistas do que acontecerá no futuro dos personagens e é sempre bom ficar de olho nisso. Esse é um dos livros que mais contém revelações. Mat ganha um destaque especial em meio a tudo isso.

Ele é um dos melhores personagens e creio que ele tem um dos papéis principais aqui. O título do livro deixa claro que as sombras estão chegando mais perto e a história vai ficar mais carregada de um lado mais sombrio a partir daí. Em O Olho do Mundo, tínhamos uma visão de A Roda do Tempo sendo uma fantasia épica, mas não tão cheia de trevas. A coisa muda de figura na medida que avançamos na leitura, dando um ar mais dark com a proximidade de Tarmon Gai'don (a guerra entre o Dragão Renascido e o Tenebroso).
Confira as resenhas dos volumes anteriores:

ADQUIRA JÁ SEU EXEMPLAR NA AMAZON:

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Nossa, nem sabia que essa série era tão grande. Parece ser uma narrativa muito fantástica e envolvente.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.