[RESENHA] A Roda Do Tempo: A Grande Caçada [Livro #2]

23 de agosto de 2019

Olá Leitores!

Páginas: 704 |Editora: Intrínseca |Autor: Robert Jordan | Ano: 2014


[Pode conter Spoilers do volume anterior.]


Neste segundo volume da série A Roda do Tempo, o livro tem um desenvolvimento melhor da história, e um destacamento enorme sobre os demais personagens. É nesse livro que o autor nos mostra melhor o rumo que as coisas vão dar.

Como Rand descobriu recentemente que pode canalizar o Poder Verdadeiro, ele precisa fugir para não enlouquecer e matar todos que ama. Porém ele está em Shienar, um lugar no extremo oposto de onde morava. Lógico que com uma ameaça de enlouquecer a qualquer instante em seus calcanhares, qualquer um também se sentiria disposto a fugir.

A Grande Caçada se passa semanas depois dos acontecimentos do Olho do Mundo, logo depois dos personagens principais descobrirem a trombeta de Valere no mesmo. É essa trombeta, citada algumas vezes no volume anterior que é o foco principal dos personagens quando ela de repente é roubada bem debaixo no nariz dos portadores dela.



"O túmulo não é limite para o meu chamado."
Quem se junta nessa viagem louca com Rand para recuperar a Trombeta, são seus amigos de Dois Rios, Matt e Perrin. Mais uma vez, Robert Jordan não fixa a atenção do livro somente em um personagem, a medida que mais personagens aparecem, neles é inserido algum valor durante a história.

O primeiro contato com os livros do autor me fizeram querer mais, e ao ler o segundo livro da série é perceptível a quantidade de detalhes presente nela, a forma como foi escrita é magnífica, cada ação tendo uma consequência futura. Percebi que novos elementos foram adicionados a fantasia. Junto com a presença de novos personagens, a importância dos protagonistas ainda é preservada.


Com a caçada pela Trombeta de Valere, Rand e seus amigos são obrigados a seguir viagem para procurá-la e gostei muito disso. Em cada local que o autor descreve, novas culturas também são criadas dando uma forma ainda maior a esse novo mundo de A Roda do Tempo.


Claro que Rand tem um dever maior nos ombros por aparentemente ser o Dragão Renascido ainda não proclamado, mas aos poucos isso é desenrolado. Seus amigos sofrem uma certa relutância em aceitar isso, e o desprezam por ele ser um homem capaz de canalizar  (fato que é praticamente uma abominação levando em conta que a qualquer momento Rand pode enlouquecer e matar a todos). Isso me entristeceu bastante, mas tentei ver pelo lado deles.


Todos ali são de uma aldeia minuscula que jamais viram mais que uma cidade média, mas mesmo assim fiquei com vontade de pular no pescoço de algumas pessoas e simplesmente gritar para ajudar Rand e não desprezá-lo pelo que ele é.


Veja a resenha de O Olho do Mundo clicando AQUI.

Adquira já seu exemplar na amazon:

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Olá, Leyanne.
    Essa semana eu estava conversando com meu sobrinho sobre a série. Eu não li mas ele é muito fã e está inconformado por não publicarem as continuações hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente só tem até o livro 6 publicado no Brasil. Recentemente perguntei a Editora Intrínseca sobre a previsão para a continuação e por enquanto não há nenhuma novidade.

      Excluir
  2. Oi, Leyanne!

    Cada vez fico mais curiosa com essa série. Mais ainda pelo fato de ter tantas páginas e não se tornar massante.
    Adorei a resenha.

    Beijos
    Construindo Estante || Promoção de aniversário do blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São muuitas páginas!!! E olha que o livro 2 nem é o maior hahah

      Excluir

Tecnologia do Blogger.