resenhas

[Resenhas][slideshow]

[RESENHA] De Sangue e Cinzas [livro #1]


Olá, leitores!

Páginas: 669 | Autora: Jennifer L. Armentrout | Editora: Galera Record | Ano: 2021 | Gênero: Fantasia, romance | Tradução: Flavia de Lavor | Classificação indicativa: +18

De Sangue e Cinzas... Nós Ressurgiremos.

Se tem um livro que me conquistou desde as primeiras páginas, foi De Sangue e Cinzas. Ele tem uma fantasia complicada de se situar de início, mas não dificultou meu progresso, e ainda me deixou ávida para prosseguir. Dos vários motivos que me fizeram gostar da obra, dentre eles está a protagonista. Poppy tem seu destino marcado, tendo sido escolhida como Donzela de seu reino.

Qual exatamente é o papel da Donzela, fica sendo algo para saber mais a frente. Por ser reservada a algo único, Poppy também foi privada de uma vida normal, tendo que ser criada de forma "pura", tendo seu rosto coberto para a maior parte das pessoas. A protagonista, apesar de viver de forma restrita, tem algumas formas de tentar sair para a liberdade.

Em uma visita a um lugar bastante frequentado, Poppy conhece um homem que exala tensão e a provoca de forma que nunca ninguém o fez. O acontecimento é breve, mas bastante intenso para as primeiras páginas. A vida de Poppy se torna mais clara aos poucos. Com as descrições de sua rotina e o lugar em que vive, é impossível para quem estiver lendo, não desconfiar de que algo possa estar errado e sentir uma profunda raiva de como Poppy é privada de certas coisas tão comuns.

O período introdutório da trama me deixou perdida em questão de termos, hierarquias, e o universo totalmente novo. É bastante comum isso acontecer quando lemos uma fantasia nova, portanto é apenas uma questão de se familiarizar com a história. A obra apresenta informações mais complexas a partir da metade da leitura, e com essas novidades é possível desvendar melhor os planos, e cogitar novas teorias.


Medo e coragem costumam ser a mesma coisa. Podem transformá-la em uma guerreira ou em uma covarde. A única diferença é a pessoa em que esses sentimentos residem.

A história de Poppy é totalmente ligada a essas informações, de modo que sua evolução e conhecimento sejam em sincronia com essas descobertas. Além do universo ser atrativo, a história é chamativa pelo romance ser intenso. Devido algumas circunstâncias, Poppy se torna mais próxima de seu novo guarda, Hawke. É fascinante como as revelações e desconfianças aproximam ainda mais ambos, ao mesmo tempo em que dúvidas giram em torno deles.

Os momentos de tensão aumentam aos poucos, com boas cenas de ação. Para mim, Poppy foi surpreendente nessas ocasiões, sendo decisiva e determinada. Ela não se esconde e enfrenta bem suas ameaças. A protagonista é, de fato, inspiradora, uma das razões para me apaixonar tanto pela história.

Outra questão atrativa são os plots apresentados. Como as informações da história são entregues de forma gradativa, as revelações ocorrem também aos poucos, embora a autora reserve as mais cruciais em momentos certos. Acho bastante improvável não ser tomado pela surpresa da reviravolta nessa leitura, assim como eu fui.

A leitura foi uma montanha russa em acontecimentos e sentimentos, tendo uma quantidade grande de páginas, mas que nem notei pela rapidez com que fiquei envolvida. O livro tem cenas pesadas, com mortes detalhadas e cenas explícitas de sexo. Soube antes mesmo de ler que iria gostar, e acertei em cheio. A história cativa por diversos motivos. Assim, para quem gosta de fantasia e romance, também pode ser uma excelente escolha de leitura.

ADQUIRA SEU EXEMPLAR NA AMZON:

7 comentários:

  1. Esse livro está no meu radar há um tempo, mas como tem muito hype em cima, vou deixar a onda passar para conferir a leitura depois, haha. Mas fico feliz que tenha funcionado para você e que conseguiu se ambientar, mesmo com início enrolado.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  2. Oi Leyanne, tudo bem?
    Achei a premissa bem legal. Essa reclusão da Poppy e o amor pelo guarda me fez lembrar de A Herdeira da Morte. Dica anotada!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  3. Eu também fico perdidinha quando começo uma nova fantasia, principalmente quando ela é muito cheia de elementos. Nunca tinha ouvido falar dessa. Gostei bastante de ler sua opinião.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá, Leyanne.
    A sua é mais uma resenha positiva que leio desse livro. Mas não sei porque não me bateu a vontade de ler ele. Não vi nada diferente que me chamasse a atenção e me fizesse começar mais uma série hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi, Leyanne! Tudo bom?
    Essa é uma autora que eu tenho zero vontades de ler, e depois das polêmicas com o quarto livro dessa série que tão rolando atualmente, definitivamente não é um que eu tentaria. Mas que bom que curtiu!

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Que bom que você gostou do começo ao fim e ressaltou os pontos que te levaram a ficar satisfeita.
    Eu ainda não li o livro e ainda não tenho planos para lê-lo. Não deu vontade ainda, mas gostei de saber o seu ponto de vista. Me fez pensar de novo sobre isso.

    beijos
    https://duquesaazarada.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Leyanne. Como vai? Parece ótimo. Que bom que gostou da obra. Fiquei curioso. Abraço!




    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Dicas de Fantasia

[Fantasia][stack]

Motivos para ler

[3 motivos][grids]

dicas para blogs literários

[Dicas para bookstagram][btop]

Lançamentos

[Lançamento][grids]