resenhas

[Resenhas][slideshow]

[RESENHA] O Desaparecimento de Stephanie Mailer


Olá, leitores!

Páginas: 576 | Autor: Joël Dicker | Editora: Intrínseca | Ano: 2018 | Gênero: Ficção Policial | Tradução: André Telles | Classificação indicativa: +14

Joël Dicker é um autor que já ficou bastante conhecido com outros de seus livros, mas como vi bastante recomendações sobre O Desaparecimento de Stephanie Mailer, decidi começar a ler suas obras por este. O livro promete mistério e uma investigação pronta desde o início. Em 1994, na cidade de Orphea, houve um quádruplo assassinato onde tanto a família do prefeito, quanto uma mulher que estava caminhando pela região, foram mortos.

O caso teve uma proporção enorme, mas meses depois foi solucionado. Passados vinte anos após o ocorrido, Stephanie Mailer, repórter de Orphea, encontra Jesse Rosemberg, um dos detetives responsável pelo caso, para dizer que a polícia errou quanto ao culpado e deixou passar algo óbvio e que ninguém percebeu. Jesse, prestes a se aposentar, decide interromper a aposentadoria ao notar que dias depois do aviso, Stephanie Mailer desapareceu.

O desaparecimento da repórter torna ainda mais urgente para Jesse tentar encontrar onde errou na investigação de vinte anos atrás. Ele então tenta recapitular fatos e reconstruir provas para encontrar o verdadeiro culpado da chacina, assim como o mesmo culpado do desaparecimento de Stephanie Mailer.

Às vezes temos algo bem na nossa cara e não enxergamos.

Imaginei uma história diferente da qual encontrei. O livro é extenso, portanto pensei que haveria uma investigação minuciosa. E, de fato, foi isso que aconteceu, porém não da forma como queria. O livro expõe os mistérios de maneira imediata assim que o iniciamos. Ficamos a par dos pontos principais a serem investigados e isso instiga o leitor imediatamente. O que eu não contava, era que o livro, por ser tão extenso, seria também arrastado.

Mesmo tendo uma investigação cativante, os personagens e as pistas encontradas não o são. A história gira em torno de diversas vidas e dramas familiares, sem nunca ter um destino principal e jogando sempre pistas para que o leitor tente captar as certas. Entretanto, essas pistas são avulsas e me perdi bem mais do que consegui encontrar um resultado nelas.

Os personagens também não me ajudaram a gostar da trama. Este é um livro com muitos personagens, que também o narram. Jesse Rosemberg tem uma perspectiva no presente, que é a principal, mas divide seu ponto de vista com Derek, seu parceiro que narra em paralelo como foi tentar encontrar o culpado para a chacina em 1994. Anna, uma policial de Orphea atualmente, também participante da investigação atualmente, tem uma perspectiva e se torna cada vez mais importante para chegar a um resultado.

Contudo, mesmo focando em três personagens que regem a trama de modo que acompanhemos o progresso das duas linhas do tempo, é exaustivo acompanhar os demais personagens que entram constantemente em uma linha central da história. O livro parece mais um drama, com pistas aqui e acolá que pouco fizeram sentido e que me confundiram mais que ajudaram. Os diálogos então foram difíceis de gostar, e tive a impressão de que demorou demais para fazer sentido.

Minha experiência com o livro pode ser classificada como frustrante. Gosto bastante de livros com tramas investigativas e achei interessante a proposta deste. Acho que para um leitor que gosta de dramas tanto quanto ficção policial, pode ser uma boa experiência de leitura. O formato do livro, contado em primeira pessoa como se fosse uma espécie de diário, foi um dos pontos positivos que me agradaram e outras pessoas também podem gostar.

A resolução de todo o mistério realmente me chocou, mas a essa altura eu já estava exausta de toda a trama. É uma história que, sim, surpreende bastante o leitor em seu desfecho, mas não teve êxito em me cativar durante o processo investigativo.


ADQUIRA SEU EXEMPLAR NA AMAZON:

6 comentários:

  1. oi, tudo bom?
    é uma pena que você não tenha desfrutado tanto da leitura. Ainda não li nada do autor, mas fiquei curiosa quanto ao final e também como a jornalista encontrou o furo na investigação anterior.

    beijos

    ResponderExcluir
  2. amei a reswnha amiga, e apesar de n ter gostado do livro tanto quanto gostaria, fiquei curiosa com essa história. com certeza pegarei em ebook! ♥️

    ResponderExcluir
  3. Eu amei a capa desse livro, uma pena ele não ter superado as suas expectativas. Pelo resumo, achei que ele iria ser muito bom! <3

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Leyanne. Como vai? Que pena que a obra não tenha suprido suas expectativas, às vezes acontece. Me parece uma trama boa, embora com os deslizes que mencionou. Abraço!


    http://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oie.
    Fiquei com a mesma sensação quando li esse livro .O final surpreendeu , mas naquela altura estava entojada.
    Para mim a melhor perssonagem era a Anna .

    Amei a sua resenha

    Beijos

    https://mundinhoquaseperfeito.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Caramba, duas estrelinhas só? Já desanimei de ler... =/ Uma pena, pois eu gosto de livros com esse suspense, mas se for arrastado demais, cansa mesmo, dá a sensação de ir para lugar nenhum... =s
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir

Dicas de Fantasia

[Fantasia][stack]

3 motivos para ler

[3 motivos][grids]

dicas para blogs literários

[Dicas para bookstagram][btop]

lidos do mês

[lidos do mês][grids]