resenhas

[Resenhas][slideshow]

[RESENHA] Livros de Sangue vol.2

 


Olá, leitores!


Páginas: 240 | Autor: Clive Barker | Editora: DarksideBooks | Ano: 2021 | Gênero: Terror, Horror | Classificação indicativa: +18

Leia a resenha de Livros de Sangue vol. 1 AQUI.
Esta resenha NÃO contém spoiler do volume anterior.

Clive Barker é de longe um dos autores que mais adorei ter conhecido nos últimos anos. Mesmo que não tenha tido a oportunidade de ler muitas obras do autor como fiz com Stephen King, por exemplo, Barker me surpreendeu a cada obra que leio por seu estilo completamente diferente do King que eu tanto estava acostumada, mas ao mesmo tempo tão maravilhoso quanto. 

Uma coisa é certa quando se fala das obras do autor: não são para todo mundo MESMO! Seus escritos são mais pesados, viscerais, crus, do tipo que causa arrepios de medo e também repulsa. Por conta dessas sensações despertadas durante a leitura, eu estava ansiosa e empolgada para iniciá-la já que não sabia o que esperar mesmo já tendo lido o volume 1.

Esse volume traz cinco contos que passeiam pelo erotismo e horror de uma forma incrivelmente envolvente. Vou tentar resumir um pouco dos contos sem spoilers para não estragar a experiência de quem quiser ler a obra. 


O primeiro conto se chama Pavor. Como um bom conto introdutório, ele já nos dá um gostinho do que nos espera nas próximas páginas. Quando um rapaz chamado Stephen conhece um cara que tem um interesse estranho com relação ao que as pessoas sentem medo. Como esse novo amigo é estudante de Filosofia, os diálogos e analogias unindo conversas filosóficas ao pavor em si é maravilhoso e a forma como Stephen se vê conectado a esse estranho em meio a admiração, curiosidade e aquele humor ácido característico do autor. Pense em uma leitura sufocante, que te faz se colocar no lugar dos personagens e se sentir claustrofóbico. De longe um dos melhores contos do gênero que já li. Meu favorito.

O segundo é Evento do Inferno. É possível achar graça em um conto de horror com demônios? Mais um exemplo da narrativa ácida e característica de Barker onde uma corrida beneficente vai ser utilizada como ponto de decisão do apocalipse. A narrativa se inicia bem no ponto de largada da corrida e mesmo que todos achem que o evento é apenas uma corrida inocente, os demônios estão em polvorosa. O final fica a critério da imaginação do leitor, afinal, fomos salvos ou já estamos sendo afundados na danação eterna? 

O testamento de Jaqueline Ess é o terceiro conto onde uma mulher está cansada da sua vida. Cansada de ser abusada de diversas formas, de uma vida sem voz, ela decide tirar a própria vida. Ao ser salva, descobre de uma forma bizarramente sangrenta que é especial e que não iria mais ser vítima de homens abusivos. Os atos de vingança da protagonista são tão descritivos e pesados que me lembraram bastante de outros personagens do autor, os Cenobitas do livro Hellraiser. Se você, leitor, tem estômago fraco, esse conto não é pra você já que as descrições são bem gráficas.

As criaturas presentes em A Pele dos Pais são frutos da parte mais sombria e doentia da mente do autor. É difícil descrevê-las sem lembrar um pouco do horror cósmico já que elas são de difícil entendimento para um mero humano. Abordando a intolerância de uma forma diferente de tudo o que já li, beirando ao profano, o que não é nenhuma novidade nas obras do autor que gosta de brincar com a nossa mente, nos fazendo ter uma outra ótica de certos acontecimentos. Apesar de não ser o meu favorito do livro, gostei mais do que imaginava do desfecho.

Em Novos Assassinatos na Rua Morgue é uma ode óbvia ao maravilhoso Edgar Allan Poe. Continuação da famosa obra de Poe, é uma versão um pouco mais doentia do que a original e repleta de sangue, como já era esperado. Dizendo que é neto de Auguste Dupin, protagonista da obra original, o personagem da obra de Barker se gaba sobre os feitos de seu avô e uma nova onda de assassinatos começa. Admito que amo Poe, e mesmo adorando a versão de Barker, ainda prefiro a original.


O leitor termina essa experiência com um misto de sentimentos que já é esperado ao final de uma leitura de um livro do Barker, como se as nossas mãos estivessem manchadas com a quantidade de sangue nas páginas. Maravilhoso, perturbador, ácido e doentio.



ADQUIRA OS LIVROS NA AMAZON:

10 comentários:

  1. Oi, Larissa. Tudo bem? Que bom que gostou da obra. Tenho curiosidade em lê-lo, parece ser ótimo. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oie Larissa, tudo bem? Nossa ainda não li o primeiro, mas achei sua resenha muito cativante e me deu muita curiosidade para ler estes livros. Fiquei super curiosa em ler o terceiro conto que foi o que mais me chamou a atenção. Seguindo o blog para os próximos conteúdos.
    Beijinhos, Tham
    4 You Books Mania

    ResponderExcluir
  3. Olá, Leyanne e Larissa.
    A escrita do autor não é pra mim. Nada dos pontos que você frisou me atrai, pelo contrário, são coisas que não gosto. Mas que bom que gostou tanto.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi Larissa, tudo bem?
    Não tenho um gosto específico por esse tipo de livro, mas também não me desagrada. Fiquei curiosa e daria uma chance pra ver se funcionaria comigo.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    O primeiro tem adaptação, né? Pq lembro do poster na época das locadoras, me dava medo quando passava em frente kkkk fiquei curiosa pra ler os dois, adoro contos!

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  6. Oi
    eu já vi essa capa de livro, mas nem sabia do que fala, confesso que não é muito um tipo de leitura que chama minha atenção, essa edição parece ser bonita.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi tudo bom?
    Fico feliz que a leitura tenha sido satisfatória. Acho que nunca li nada do autor. Adorei a resenha porque foi bastante detalhada e me ajudou a perceber que teria certo medo durante a leitura (sou muito medrosa hahaha).

    beijos

    https://duquesaazarada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. UAU, essas edições dos livros de sangue estão realmente incríveis. Terror no mais alto nível, as capas estão bonitas demais. Super curiosa para ler. Não sei se eu vou gostar de uma leitura assim mais visceral e violenta, mas fiquei com vontade de arriscar. :)

    Não Me Mande Flores

    ResponderExcluir
  9. Nossa, realmente é um livro bem assustador. Acho que eu até leria, mas teria que me preparar bastante para encarar os contos. Não conhecia as obras do autor, mas é bom saber que ele tem essa veia mais pesada nas tramas, assim já vou sabendo o que encontrar. E essa edição é um espetáculo!
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  10. Amo contos😊 Esses gostei muito de conhecer, mas gostaria de ler o primeiro antes.
    Beijos!
    https://deliriosdeumaliteraria.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir

Dicas de Fantasia

[Fantasia][stack]

Motivos para ler

[3 motivos][grids]

dicas para blogs literários

[Dicas para bookstagram][btop]

Lançamentos

[Lançamento][grids]