resenhas

[Resenhas][slideshow]

[RESENHA] Livros de Sangue

 


Olá, leitores!

Páginas: 240 | Autor: Clive Barker | Editora: DarksideBooks | Ano: 2020 | Gênero: Terror, Horror | Classificação indicativa: +18
Todos somos livros de sangue. Sempre que abertos, vermelhos.

Quem é fã de terror e horror, sabe muito bem quem é Clive Barker. Um dos poucos autores que conseguem fazer até o mais calejado fã do gênero sentir no mínimo um arrepio durante a leitura de suas obras. O primeiro e único livro do autor que li foi Hellraiser, e só ele já bastou para me fazer ter uma ideia do que esperar das obras seguintes que eu tivesse a chance de ler.

Afinal foi um livro que me incomodou bastante de uma forma positiva, me deixando ávida para ler mais obras do autor. Livros de Sangue é uma obra visceral e poética, que consegue despertar vários sentimentos no leitor. Barker tem uma escrita única e maravilhosa que consegue deixar até as cenas mais bizarras, incríveis de se ler. 

Pelo que entendi, os Livros de Sangue são seis volumes no total, sendo esse o primeiro deles que traz seis contos. Os contos são curtos mas não acho que sejam de leitura tão rápida já que Barker consegue brincar muito com a nossa mente de leitor em sua narrativa. Suas histórias são para leitores de mente, coração e estômago forte.

Você sente o que ele quer que sinta e suas histórias na maioria das vezes não são felizes. É interessante dizer que apesar disso, o que o difere de outros autores do gênero como o Stephen King, por exemplo, é que Barker é um autor mais econômico.


Ele não é descritivo, se preocupando em enviar detalhes minuciosos ao leitor sobre cenários e sentimentos. Seu foco é totalmente voltado para o horror/terror e o fato de ter poucas descrições, ao menos em suas obras, são bem positivas.

Todos os contos me deixaram arrepiada e não sei nem escolher um preferido, talvez O Yattering e Jack por conta do desfecho demoníaco e surpreendente, mas ainda assim ele não supera muito os outros.

Eu diria que o conto mais fraco da obra foi o Sexo, Morte e Estrelas que não me cativou em nada, achei fraco e bem dispensável em uma obra tão boa. A história que abre o livro também merece muita atenção, já que o nome é basicamente O Livro de Sangue, que diz muito sobre o livro em si.

Barker merece o status de autor de terror que tem. Suas obras são maravilhosas, bizarras e assustadoras. Ele aos poucos tem se tornado meu autor do gênero favorito. Estou bem curiosa para ler os outros Livros de Sangue. 

A edição está maravilhosa em todos os aspectos. Desde a capa linda e que mostra um pouco do que esperar dos contos, quanto pelo interior do livro, que é repleto de imagens bizarras e maravilhosas que ajuda ainda mais a entrar naquele clima do livro.

Há também uma introdução do Cesar Bravo que é outro autor do gênero maravilhoso (e nacional, viu?). Obviamente, depois dessa resenha, deu pra notar que o livro é mais do que indicado para fãs do gênero, mas se você é um leitor medroso e de estômago fraco, corra, porque Barker vai te deixar de cabelos em pé.


ADQUIRA SEU EXEMPLAR NA AMAZON:

11 comentários:

  1. Oi, Larissa. Tudo bem? Menina que fotos lindas desta obra. Me parece uma leitura maravilhosa, não é mesmo? Sua resenha despertou em mim a vontade de lê-lo. Adorei. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!! A obra tem uma proposta muito interessante, espero que tenha a oportunidade de conhecer.

      Excluir
  2. Olá, Larissa.
    Nunca li nada do autor, mas já conheço sua fama. Até por isso nunca li nada dele hehe. Esse estilo de livro não é para mim. Mas gostei de saber que ele vai direto ao ponto porque a enrolação do King é um dos pontos que me fazem não aprovar suas obras.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse diferencial é bem instigante, e também entendo o motivo de não ler haha

      Excluir
  3. Sabe que nunca tinha ouvido falar dele? Vivendo e aprendendo, rs. Eu gostei dessa edição, ficou bem lindona, mas não sei se teria coragem de ler esse livro não... =s Apesar de me aventurar no terror de vez em quando, não são todos os que encaro, por saber que terei medo do escuro depois... Mas que bom que você curtiu a leitura.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, as vezes nem todas as obras nos cativam, mas se quiser algo mais pesado, essa é uma boa recomendação.

      Excluir
  4. Oi Leyanne,
    Eu não sou fã de terror, mas que essas edições da Darkside me fazem passar vontade, isso fazem! kkkk
    E adoro livros que incomodam de maneira positiva, nos fazem pensar e crescer!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, a coisa mais linda essa edição.

      Excluir
  5. Uau, que edição incrível. Não é o tipo de história que eu leria, pois, não consigo com terror hehehehe, mas achei legal ver que você gostou :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma obra magnifica para quem curte o gênero, quem sabe um dia você não queira conhecer?

      Excluir
  6. Oi Leyanne, tudo bem?

    Não sei se já comentei isso aqui em seu blog, mas terror não é meu gênero favorito. Tenho a imaginação muito fértil e provavelmente ficaria tendo pesadelos por dias, após ler um livro do estilo (rs...).

    Mas pela sua resenha deu para perceber o quando a história de cativou, mesmo com algumas ressalvas.

    Beijos;***
    Ariane Gisele Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir

Dicas de Fantasia

[Fantasia][stack]

3 motivos para ler

[3 motivos][grids]

dicas para blogs literários

[Dicas para bookstagram][btop]

lidos do mês

[lidos do mês][grids]