resenhas

[Resenhas][slideshow]

[RESENHA] Sol da meia-noite


Olá, leitores!


Páginas: 736 | Autores: Stephenie Meyer | Editora: Intrínseca | Ano: 2020 | Gênero: Ficção, Romance, Sobrenatural | Tradução: Carolina Rodrigues, Flora Pinheiro, Giu Alonso, Maria Carmelita Dias, Marina Vargas e Viviane Diniz | Classificação indicativa: +12


Admito que quando eu era adolescente, no auge dos meus treze anos lá em 2008, me apaixonei completamente por Crepúsculo sem nem mesmo saber que o filme já estava prestes a lançado. Costumava acompanhar a parte do jornal dedicada a livros e em um certo domingo, uma matéria de página inteira sobre o livro me chamou atenção com um enorme vampiro no maior estilo Drácula junto de uma mulher. Como sempre amei histórias de romances sobrenaturais, já fiquei de olho e na primeira oportunidade quando fui ao shopping já pedi o livro para a minha mãe, onde eu e o vendedor da Logos (livraria da minha cidade), tivemos que convencer a minha mãe a comprar um romance com vampiros para uma adolescente. 


Os seres humanos estavam sempre desesperados para se sentirem normais, para se encaixarem, para se misturarem a todos ao seu redor, feito um rebanho de ovelhas.


Hoje vejo muitas problemáticas em Crepúsculo, mas não posso deixar de ter muito carinho pela série. A minha fase crepusculete me marcou demais então eu estava bem curiosa para ler o livro. Lembro que na época mesmo, alguns capítulos de Sol da meia-noite haviam vazado, quase metade do livro e acho que foi por isso que a autora desistiu de lançar. Então quando ele finalmente foi lançado, anos depois, não pude deixar passar. 


Todos os livros da série são narrados em primeira pessoa pela protagonista, Bella Swan. O Edward era um mistério, então ter a sua visão dos acontecimentos do livro, já que esse é narrado por ele, foi algo bem diferente e interessante já que podemos perceber como conhecer Bella mudou a vida pacata de velho vampirão adolescente dele de cabeça para baixo.



Emmett riu.

 — Você precisa aprender a superar as coisas. Que nem eu. A eternidade é longa demais para viver se culpando.


Gostei muito de ver mais como o cheiro de Bella o impactava, quase o fazendo perder o controle e a forma como ele foi aprendendo a lidar com isso e, ao mesmo tempo, com os sentimentos que surgiam pela garota já que em Crepúsculo não conseguimos ter noção disso. O cheiro dela acorda um lado de Edward que ele tenta manter adormecido, uma criatura que ele abomina mas que ainda sim faz parte de quem ele é. Outra coisa que podemos ver mais é da obsessão dele por Bella já que ele fica mais e mais fascinado pela garota, arrumando desculpas para sempre estar perto de uma forma que ultrapassa o saudável, assim como o comportamento completamente problemático de Bella em não se importar com a probabilidade de ser morta.


Já a família Cullen conseguiu ficar ainda melhor aqui pois acabamos conhecendo mais deles. Apesar de serem diferentes, são uma família com muito apoio e admito que morri de amores por esses momentos. Outra coisa que é mostrada aqui também, é a forma como a tribo de lobisomens se relacionam com a família Cullen, o que é bem interessante. Como Bella tinha um ponto de vista bem limitado já que Edward não se aprofundava sobre certos assuntos com ela, eu gostei muito de saber mais sobre todos.


— Você realmente devia ficar longe de mim — alertei.

Será que ela me ouviu? Será que ela fugiria do futuro arriscado que eu estava lhe propondo? Será que não havia nada que eu pudesse fazer para salvá-la de mim?


Não sei se é porque agora estou treze anos mais velha desde a leitura do primeiro livro da série, mas achei essa obra mais interessante do que Crepúsculo por ter um enredo mais rico e interessante do que apenas o romance adolescente que Bella nos dá no livro um. A escrita da autora também é ainda mais cativante. A leitura não é perfeita, claro. Diria que em alguns momentos ela se prolonga demais já que Edward pensa muuuuuuuito e isso acaba deixando o livro bem arrastado a partir da metade, principalmente porque apesar do ponto de vista diferente, é uma obra que o leitor já conhece. Faltou um pouco mais de novidade no livro que do jeito que está, poderia ter sido menor e menos maçante a partir de certo ponto.


Pela primeira vez, enquanto respirava a ardência de seu perfume, me permiti imaginar. Em vez de impedir aqueles pensamentos, interrompendo-os e escondendo fora da minha mente consciente, permiti que ficassem livres. Não surgiram por vontade própria, não mais, mas me forcei a ver o que sempre havia evitado. 

Imaginei-me experimentando o seu sangue...drenando-a...

Eu tinha experiência o suficiente para saber como seria o alívio; como se pudesse saciar completamente minha necessidade mais primitiva. O sangue dela tinha mais apelo para mim do que o de qualquer outro humano que já havia encontrado.


Talvez esse fosse um livro que teria funcionado ainda mais se tivesse sido lançado em um tempo menor de intervalo entre os outros. Mas mesmo assim, para os fãs da obra, o livro é uma ótima pedida para matar a saudade.



ADQUIRA SEU EXEMPLAR NA AMAZON:

6 comentários:

  1. Oii, nunca li os livros, mas já assistir todos os filmes e amei demais❤
    Bjs
    https://deliriosdeumaliteraria.blogspot.com/1

    ResponderExcluir
  2. Oi Leyanne,
    Eu comprei esse livro na época do lançamento, mas ainda não o li.
    É uma meta, mas super concordo, funcionaria melhor há alguns anos atrás.
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Larissa. Tudo bem? Meninq minhas impressões sobre este livro foram parecidaw com as que você teve. Pra mim é uma obra essencialmente parq ow fãs. Qu resenha linda. Adorei. Abraço!



    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Leyanne, tudo bem?
    Pelo que deu pra perceber, a autora até foi esperta e tentou "se redimir", digamos, mostrando algumas coisas disfuncionais que eram tidas como normais na série original. Já adorei Crepúsculo e tô com o livro emprestado, mas não tá nas minhas prioridades lê-lo.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  5. Oi, Leyanne.
    Li os outros livros da série a muito tempo e amava, mas confesso que não me animei pra esse, acredito que o fato de estar mais velha tenha pesado muito rs.
    Amei sua sinceridade a respeito do que achou.
    Beijo

    Te Conto Poeisa

    ResponderExcluir
  6. Olá, Larissa.
    Concordo com você sobre esse espaço de tempo entre os livros. Porque quem era muito fã na época teria adorado ler ele logo depois dos outros, eu mesmo li esses capítulos que vazaram hehe, mas hoje em dia já passou tanto tempo e a gente vê os problemas da história. No meu caso eu amei na época, mas hoje não tenho vontade de ler.

    Prefácio

    ResponderExcluir

Dicas de Fantasia

[Fantasia][stack]

3 motivos para ler

[3 motivos][grids]

dicas para blogs literários

[Dicas para bookstagram][btop]

lidos do mês

[lidos do mês][grids]