resenhas

[Resenhas][slideshow]

[RESENHA] Labirinto

 


Olá, leitores!


Páginas: 240 | Autor: Francisco Almeida Prado | Editora: Novo Século | Ano: 2019 | Gênero: Romance, Drama


Tomás é um advogado e trabalha em uma empresa de sucesso. Apesar de levar uma vida bem sucedida, é um homem marcado pela perda. Da sua história e anseios, só vamos saber mais com o avanço da leitura, porém nas primeiras páginas, a visão que temos do personagem é de um homem ainda lutando para se reerguer.


Sofrendo pelo luto, Tomás é um espelho do que podemos sentir diante de tal sofrimento. Ele tem um modo próprio de conviver com sua dor, mas ainda é difícil acompanhar. A leitura não passa uma imagem amargurada ou sombria.


Por mais que a dor de Tomás seja intensa, ele é bastante ativo em outros aspectos. O livro se desenvolve bem rápido e logo os acontecimentos que irão fazer a balança pender, ocorrem. Tomás vive um dilema. Por conta da dor que o assola, ele é uma pessoa carente e se envolve com Solange. Devido a pensamentos que podem ser corrosivos, nem tudo ocorre como torcíamos.


A obra caminha para diferentes lições através da vida de Tomás. Suas decisões podem o afetar por várias maneiras, fazendo até um efeito cascata em sua vida. O leitor também permanece junto do personagem, envolvendo-se com a história. Não costumo ler livros que tenham influência de temas jurídicos, entretanto esse é um tema presente na história, mas faz parte de um plano de fundo que preenche a vida do personagem de maneira profissional.


Com o tempo, além de aprendermos mais sobre o que ocorreu com Tomás, outras histórias ganham destaque conforme entram em contato com ele. Não são somente romances incompletos e dores vividas. Experiências fortes ocorrem entre os personagens, com envolvimento de sentimentos e uma certa confusão entre uma coisa ou outra.


Sei que o protagonista tinha seus motivos para agir como agiu em certas ocasiões, mas nem sempre eu concordava com isso. Suas ações são registros de como a vida pode ser um labirinto de escolhas, como a história propõe. Torci por ele, mas também tive meus momentos de angústia. Tudo que eu queria era entrar nas páginas e orientar Tomás a fazer algo que não se arrependesse.


São sensações fortes, as que tive durante a leitura. Foi como sofrer junto com o personagem, porém ser uma expectadora e não concordar com suas ações. Estava torcendo para o final ser como eu esperava e nisso também não me decepcionei. Foi como eu esperava e ainda me deu um plot em que pensar depois de tudo.


Essa foi uma leitura curtinha, rápida, que trouxe sentimentos diversos. Pelo tema não ser o que costumo ler, senti intensidade, como também fluidez. Acredito que tenha sido uma das leituras mais rápidas que fiz nas últimas semanas.


ADQUIRIA SEU EXEMPLAR NA AMAZON:



15 comentários:

  1. Oi, Leyanne. Tudo bem? Gosto de leituras rápidas. Não conhecia este livro, mas já me interessei por lê-lo. Que bom que a leitura lhe agradou. Este livro tem tudo para agradar-me. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Leyanne.
    Eu acredito que diferente do que aconteceu com você eu ia penar nessa leitura porque faz algum tempo que estou fugindo de livros assim. Os últimos que inventei de ler me deram até ressaca literária.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A leitura foi bem agradável para mim, mas entendo perfeitamente.

      Excluir
  3. Ei, Leyanne. É um livro bem diferente do que eu estou habituada a ler, que na maior parte do tempo são fantasias. Mas uma coisa que eu gostei do livro é ele proporciona sentimentos ao leitor, eu gosto de histórias que me fazem sentir algo. Eu só não sei se leria essa história, porque me parece meio sad demais. Beijo!

    https://resenhabookshouse.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adoro fantasias, é meu gênero favorito. Mas adorei diferenciar dessa vez.

      Excluir
  4. Às vezes nos surpreendemos mesmo com alguns livros que saem da nossa zona de conforto. Eu não conhecia esse livro, mas fico feliz que tenha funcionado contigo. =)
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também fiquei feliz por funcionar comigo!!

      Excluir
  5. Oi Leyanne.

    Gostei do enredo do livro, mas confesso que não leria essa história nesse momento.
    É muito legal sair da zona de conforto com outros livros, preciso fazer mais isso.



    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. É ótimo fazer isso quando estamos mais confortáveis.

      Excluir
  6. Olá,
    Acho bacana livros que abordam o luto, mas o como o ano foi bem difícil pra mim nesse quesito, acho que não leria no momento. Mas adorei conhecer por aqui e ler sua resenha sobre.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom ler quando estamos mais confortáveis. Entendo sim.

      Excluir
  7. Oi Leyanne,
    Eu leio muitos livros nesse estilo, gosto de ver a superação, como cada um lida com a dor de uma maneira diferente, acredito que isso tenha me ajudado a superar a perda do meu pai quando mais nova.
    Este, ainda não conhecia, mas vou procurar na Amazon.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. Muito feliz que tenha gostado da dica <3

      Excluir

Dicas de Fantasia

[Fantasia][stack]

3 motivos para ler

[3 motivos][grids]

dicas para blogs literários

[Dicas para bookstagram][btop]

lidos do mês

[lidos do mês][grids]