resenhas

[Resenhas][slideshow]

[RESENHA] Guia de Alimentação e Cuidado de Um Buraco Negro de Estimação

 


Olá, leitores!


Páginas: 222 | Autora: Michelle Cuevas | Editora: Galera Junior | Ano: 2020 | Gênero: Ficção Científica, Infantil | Tradução: Luisa Geisler


O que primeiro me chamou atenção nesta obra, foi ter astrofísica nela. Eu adoro ler livros que envolvam conceitos físicos e o livro aborda um dos meus temas favoritos. Guia de Alimentação e Cuidado de Um Buraco Negro de Estimação é um livro infantil, mas que também explora bastante a ciência.


Essa é uma ficção científica, portanto mesmo que haja elementos físicos verídicos na obra, há também dados não verdadeiros que servem apenas para deixar a história mais divertida. O livro é uma espécie de transcrição que a protagonista Stella dedica ao seu pai que se foi há algum tempo.


Fica claro que eles eram bem próximos e a personagem, de apenas onze anos, sente falta de tê-lo por perto. Havia uma ligação, além de paternal, que os unia e era a astrofísica. No início adorei que uma menina de apenas onze anos gostasse de algo tão complexo e entendi que além do amor pela astrofísica, a conexão entre ela e seu pai fortalecia isso.


O problema de treinar um buraco negro, caso você esteja se perguntando, é que ninguém realmente sabe nada a respeito deles. É tudo um isso-teórico e aquilo-possivelmente-talvez-hipotético.

 

A história foge clichê ao mostrar uma garota apaixonada por algo que geralmente é atribuído aos garotos. A história se passa em 1977 e Stella começa seu relato quando vai a sede da Nasa perguntar por Carl Sagan, um famoso astrofísico que está prestes a lançar a sonda Voyager 2. Logo me simpatizei com Stella por nós duas admirá-lo.



Stella infelizmente não consegue falar com o astrofísico, porém leva para casa algo inusitado: um buraco negro. Na física, ele é um dos assuntos mais intrigantes mas a leveza com que a história o insere na trama, deixa o leitor mais curioso para conhecer mais sobre ele.


A protagonista então resolve adotar o inusitado buraco negro chamando-o de Larry e o leitor acompanha a rotina desses dois. A alimentação de Larry é o que mais chama atenção pela forma didática da autora mostrar isso, entre outros assuntos acerca dele. A história me passou diversos sentimentos dos quais meu favorito foi a paixão pela ciência e o conhecimento.


Stella mostra sua vida e por meio de seu relato, é como se o leitor fosse o expectador mais próximo de seus sentimentos e anseios. Ainda lutando para superar o luto, aprendemos bastante como Stella se comportará diante desse desafio e a ajuda de seu buraco negro serve como uma espécie de conexão com seu pai, pelo amor a astrofísica, assim como uma ajuda nessa etapa que ela enfrentará.


Os conceitos físicos que aprendemos aqui são básicos e até mesmo aqueles mais difíceis são colocados de maneira mais simples de entender. A leitura é rápida, deixando o leitor preso nela para descobrir o que acontecerá nessa empreitada. A história é, no mínimo, divertida. Ela passa por várias fases, onde acompanhar Stella deixa leitor também sentindo afinidade por ela.


Acho a leitura perfeitamente apropriada para crianças que estão começando a estudar ciências e um pouco de física, mas também recomendo para qualquer adulto. Pelo modo de abordagem do livro, a ficção ajudará no entendimento e facilitará em entender seus vários conceitos. A vivência de Stella com seu buraco negro de estimação pode não ser real, mas mesmo através da descrição do dia a dia deles é possível entender um pouco mais sobre esse fenômeno tão pouco conhecido.


A obra possui ilustrações que condizem com a história. No decorrer da leitura fica ainda mais interessante acompanhar as ilustrações. A escrita é uma delícia e mais do que isso, a leitura nos faz observar a personagem passar por um momento difícil e ainda tratar de outros assuntos onde equilibra a história deixando-a mais tranquila. Acabei finalizando o livro com o coração carregado de sentimentos e ainda mais apaixonada por física.


ADQUIRA SEU EXEMPLAR NA AMAZON:



20 comentários:

  1. Ai que livro fofo! Queria muito adotar um buraco negro também kkkkkk
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já está na lista de interesses futuros kkk.

      Excluir
  2. Haha! Adorei o título. Esse título me faz pensar no buraco negro como se fosse uma planta de estimação...hahah (a louca). O livro parece ser bem lindinho.
    Gostei!

    Até!
    https://nsmoraes.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha faz parecer várias coisas. Mas é um assunto bem legal.

      Excluir
  3. achei o livro bem fofinho e gostei bastante logo do título
    e já coloquei na lista para ler, amei!
    www.mundodasmulheresbrasil.com

    ResponderExcluir
  4. Your photos are so beautiful.

    New Post - https://www.exclusivebeautydiary.com/2020/11/rose-quartz-face-roller-juvena.html

    ResponderExcluir
  5. Primeiro eu ri muito do título do livro(pois associei com minha fome que nunca passa) mas depois ao ler a resenha completa aqui, o livro é muito mais que essa brincadeira boba.
    Parece que sentamos ali, na cama ao lado de Stella e ficamos observando cada atitude dela, cada sentimento e sim, como ela alimenta esse buraco, aprende e com isso, supre a dor do seu coração!
    Fiquei curiosa em relação as ilustrações!
    Já vai pra listinha de desejados!!!
    Beijo

    Angela Cunha/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente isso!!! Ela nos passa várias sensações maravilhosas.

      Excluir
  6. Oi Leyanne, tudo bem?
    Não acredito que ela adota e dá nome ao buraco negro hahaha! Eu amei. ♥
    Parece lúdico, fofo e divertido. Parece uma ótima opção pra quem curte sci-fi e pra crianças iniciando a jornada literária.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomendo muito como forma didática. É um livro com assunto bem diferente, mas que tem várias informações incríveis.

      Excluir
  7. Olá, Leyanne.
    Pelo título do livro já imaginei que seria um livro com dicas de alimentação e o buraco negro fosse ser o estomago que não tem fundo hehe. Mas achei o enredo bem interessante mesmo não sendo muito fã do assunto. Vou indicar para meu sobrinho que gosta muito.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É perfeito para quem curte o assunto ou para quem quer iniciar a ler o gênero. Também é fácil confundir com uma fome sem fim haha.

      Excluir
  8. Oi Leyanne! Eu sempre gostei dos livros deste selo da Galera, tem histórias ótimas para crianças, que todo adulto gosta. Eu achei esse livro muito interessante, adoraria ler. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou conhecendo esse selo agora, mas estou andando.

      Excluir
  9. Oi Ley! Eu amei suas fotos! Achei a premissa mega interessante, a protagonista mais ainda e o buraco negro nem se fala rs Não tinha dado bola pra esse livro, mas agora quero ler!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  10. Esse livro parece mesmo uma fofuraa! Estou morrendo de vontade de conferir!

    Beijo.
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  11. Oi, Leyanne. Como vai? Interessante este livro. Fiquei com enorme vontade de o ler. Que bom que gostou de lê-lo. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. AAAAAHHH! A cientista aqui ama encontrar livros assim! Eu acho sensacional e é um ótimo presente para as crianças verem que ciência pode ser e é algo bem legal, se for explicado numa linguagem mais simples e didática. A melhor parte é ter as ilustrações, que dão um charme e ainda ajudam quem é leigo no assunto a se ambientar, mesmo que tenha situações não científicas no meio. Amei a dica! S2
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir

Dicas de Fantasia

[Fantasia][stack]

3 motivos para ler

[3 motivos][grids]

dicas para blogs literários

[Dicas para bookstagram][btop]

lidos do mês

[lidos do mês][grids]