resenhas

[Resenhas][slideshow]

[RESENHA] Coraline


Olá Leitores!

Páginas: 224 | Autor: Neil Gaiman | Editora: Intrínseca | Ano: 2020 | Gênero: fantasia, terror, ficção científica | Tradução: Bruna Beber

Coraline recebeu uma nova edição pela editora Intrínseca, e eu, como fã do autor e da história, fiquei sedenta para adquirir. Eu já queria fazer essa releitura, esse foi o primeiro livro do autor que li, e um dos que mais gosto. Reler a obra nesta nova edição é como viajar nessa história, por conta da nostalgia que é ler um livro que me marcou em algum momento.

O livro tem como protagonista uma criança, que é a própria Coraline. Contudo o enredo dele não é destinado ao público infantil. Coraline é uma criança que quer vencer o tédio e tenta ir atrás de aventuras, até chegar em um outro mundo através de uma porta, aparentemente inútil, de sua nova casa.

Essa porta leva Coraline a uma casa que parece ser a sua, e até mesmo tem seus pais nela. Entretanto, eles se denominam "outros pais" e são bem mais carismáticos e atenciosos com ela. Como Coraline é uma criança, é difícil resistir ao impulso de se entregar e ficar com essa "outra" família, já que, diferentemente de seus pais verdadeiros, eles não brigam e fazem de tudo para agradá-la.


Porque coragem é quando você sente medo de fazer algo, mas faz mesmo assim, é quando você enfrenta o medo.

A criança é ao mesmo tempo curiosa e desconfiada e, sobretudo, corajosa. Coraline nos dá uma lição sobre enfrentar nossos medos e lutar por quem amamos. Como é comum nas obras de Gaiman, este livro tem uma certa subjetividade em todo o enredo.

Não fica claro a origem da "outra" família de Coraline, mas a história ofusca isso e acaba ficando em segundo plano. Este é um livro com leitura rápida, porém pode ser bem assustadora. Nela, o terror é um tanto leve, mas ainda contém traços sinistros, e aterrorizantes.

As ilustrações presentes nessa edição são o que contribuem para a história ser mais arrepiante. As artes vão de simples a bizarra, e com certeza faz a experiência de leitura ser mais intensa. Alguns outros aspectos tornam a leitura misteriosa, como a presença de um gato, que acompanha Coraline em sua aventura.


O gato tinha um egocentrismo irritante, concluiu Coraline. Como se ele fosse, de acordo com a própria opinião, a única coisa no mundo que pudesse ter alguma importância.

O Gato não tem um nome, mas possui uma personalidade forte, com várias respostas sarcásticas. Relendo a obra, acabei comparando o Gato com Sr Simpático, que é um gato personagem das Crônicas da Quasinoite. Ele possui as mesmas características marcantes do Gato de Coraline.

A interação do Gato com Coraline é uma maravilhosa. Ver o companheirismo deles, mesmo que tenham personalidades fortes, é algo bem interessante. Aprendemos tanto com a história, quanto com os personagens. É difícil acreditar na inocência e fragilidade de Coraline em alguns momentos, por ela se mostrar uma personagem que vemos enfrentar seus medos.

O livro caminha entre uma fantasia, terror, e ficção científica. Essa mistura nos dá um livro um tanto assombroso e com uma propensão em nos deixar traumatizados por alguns dias (brincadeira haha). Como sempre, Gaiman deixou uma fã satisfeita, e a Intrínseca também foi responsável por isso.


ADQUIRA SEU EXEMPLAR NA AMAZON:

11 comentários:

  1. Oi Leyanne, tudo bem?
    Do Gaiman só li uma HQ publicada pela Rocco, O Livro do Cemitério, e gostei.
    Te confesso que não fazia ideia da trama de Coraline, mesmo o filme sendo bem famoso, por exemplo. Mas lendo sua resenha fiquei curiosíssima, especialmente por esses toques sutis de terror! Quero conferir. =)
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  2. Oi, Leyanne como vai? Eu tenho este livro em minha estante ( versão antiga ) e vendo as fotos desta versão da editora Intrínseca dá vontade de tê-la na estante. Este livro do Gaiman é perfeito! Sua resenha ficou excelente, assim como as fotos também. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Adoro Coraline, já fiquei mega curiosa com essa nova edição!

    Beijo.
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  5. Preciso reler este livro porque li no começo do ano e confesso que comecei a empurrar com a barriga mas não é culpa do livro, acho que só não era o momento certo.
    Um beijo,

    Marcela Miranda

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Eu estou apaixonada por essa edição, que cores lindas.
    Ainda não li, então não sabia do tom mais adulto.
    E vou adorar esse gatinho.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  7. Oi Leyanne,

    Eu gosto bastante do autor, mas nunca li Coraline.
    Essa edição está linda demais! Dá vontade de ter só para deixar na estante.

    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oiii Leyanne

    Adorei essa edição, tá linda demais e eu gosto demais do Gaiman, li Good Omens que ele escreveu em parceria com o Terry P e é até hoje um dos meus favoritos da vida. Tb quero ler essa da Coraline, tá tão incrivel, impossivel não querer.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  9. Olá, Leyanne.
    Eu não sou fã do autor, pelo contrário. Já li quatro livros del e não gostei de nenhum. Mas esse eu já tinha curiosidade em ler e quando vi essa edição sendo lançada já adicionei na lista de desejados hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Já ouvi falar muito bem desse livro e confesso que fiquei bem curiosa hahah.
    Adorei sua resenha, parece ser ótimo!
    Bisous,
    pequenomuffin.com.br | @blogpequenomuffin

    ResponderExcluir
  11. Oii
    Eu gostei bastante da sua resenha e acho essa edição da intrínseca, achei maravilhosa. Nunca tive a oportunidade de ler essa história, mas quero muito.

    Beijinhos!
    https://focadasnoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir

3 motivos para ler

[3 motivos][stack]

lidos do mês

[lidos do mês][grids]

dicas para blogs literários

[Dicas para bookstagram][btop]