3 Motivos para ler A Saga do Bruxo Geralt de Rívia (The Witcher)

29 de janeiro de 2020


Olá leitores!

Recebi de presente esses dois funkos, que são os personagens Geralt e Ciri, da saga The Witcher. Foram presentes que amei muito. Os funkos pertencem aos jogos e não aos livros, que são os que conheço. Mesmo assim, isso me bateu uma saudade imensa da saga, que preciso retornar a leitura urgentemente.

Aproveitando o post, quero deixar uma indicação bem legal para quem ainda não conhece os livros, e que talvez valha a pena ler.

Aqui no blog, há resenha dos três primeiros volumes. São livros curtos, os dois primeiros possuem somente contos, e os demais seguem uma história única. Com o lançamento da série, você provavelmente já tenha assistido e gostado bastante dá história, ou não.

Então darei alguns motivos para ler os livros:

APEGO AOS PERSONAGENS
Geralt, Ciri, Yennefer e Jaskier são os personagens principais da  saga e participam de quase toda a trama. Sempre há a presença de um deles em cada cena. Eles possuem uma presença forte, impossível de esquecer. São personagens que marcam e deixam o leitor com uma forte afeição.

Criamos um elo com eles, a partir do momento que os conhecemos um pouco mais e em suas participações. O carisma e a presença marcante de determinados personagens é o que transforma uma obra em inesquecível, e foi isso o que aconteceu com The Witcher.

AVENTURA
Geralt é um bruxo que precisa caçar e matar monstros em troca de pagamento para sobreviver. Sua natureza é duvidosa, sua alma é sombria, e ele sempre carrega uma áurea de alguém misterioso. Claro que é o personagem que mais nos apegamos e é justamente a descrição de seu trabalho que o leitor fica mais ávido para conhecer.

Suas aventuras são repletas de monstros (obviamente), magia, muita luta e aos poucos conhecemos quem é Geralt. O que marca a saga é toda essa presença do desconhecido. A aflição e exploração de Geralt também anima o leitor.

RELEITURAS
Logo nos primeiros contos, é possível notar uma semelhança entre a história contada no livro e releituras de contos de fadas. Isso dá um up na leitura. A semelhança é sutil, mas está lá. Muitas pessoas não notaram porque o livro transforma essas releituras em histórias mais sombrias e nebulosas. Esse traço sombrio dá um desfalque no que poderia ser chamado de conto de fadas, mas imagine só ler The Witcher e ver semelhanças com a Pequena Sereia, por exemplo?


Veja a resenha dos três primeiros volumes:

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Oi Leyanne, que legal saber um pouco mais sobre essa saga, eu ainda não vi a série, mas quero! E foi meu primeiro contato sobre os livros foi por você!
    Vou tentar ler!

    Beijos Mila

    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
  2. Impossível ler esse post e não querer ler essa sequência de livros. Amei sua indicação! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Já assisti a série de TV, mas ainda não li os livros e nem conheço o jogo. Gostei bastante da história e pretendo conhecer mais esse universo.

    Beijos
    Construindo Estante || Instagram

    ResponderExcluir
  4. Olá, Leyanne.
    Eu vi tanta gente falando da série e ninguém dos livros que nem sabia que tinha eles até ver os mesmos sendo republicados em capa dura hehe. Vou tentar ler antes de assistir.

    Prefácio

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.