[RESENHA] Quatro Elementos: A Traição [Livro #1]

28 de novembro de 2019


Olá Leitores!

Páginas: 447 | Editora: Novo Século | Autora: Gabriela Flumignan | Ano: 2019

Neste novo lançamento de mais uma literatura nacional, fico entre definir a obra entre ficção e fantasia, acredito que o livro tenha traços dos dois gêneros, o que me atraiu muito. A história se passa no Brasil e já possui elementos bem clichês.


Quase todo leitor já se deparou com algum livro em que o mocinho perde os pais, vive com mediocridade, precisa segurar as pontas, depois descobre poderes, é alvo de profecias e ainda é o mais forte de todos. Um livro bem famoso em que exista as descrições que acabei de mencionar é Harry Potter.

Com todos esses elementos que posso considerar clichês, porém não ruins, pude imaginar que a história chegaria em outros patamares bem rápido. Selena, a protagonista realmente perdeu os pais em uma tragédia e segura as pontas para sobreviver junto de sua irmã menor na casa de seus tutores que não são nada benevolentes.

A garota é rebaixada e precisa ser firme para não desmoronar, mas nas primeiras páginas notamos que ela é mais forte do a maioria das personagens clichês que conhecemos, ao se deparar com essa situação Selena tem sempre respostas prontas e mesmo sendo alvo de chacota em sua escola por ser órfã e considerada estranha, ela rebate sem se deixar abalar.

Essa qualidade nela me fez gostar da personagem de imediato, contudo, durante o prosseguimento da leitura também é notável que a autora demora em agilizar os acontecimentos dos fatos. Após seu aniversário de 16 anos, surge em Selena uma marca roxa em seu braço, como se fosse uma runa em forma de tatuagem. Selena já é familiarizada com a marca, seu pai tinha uma do mesmo jeito, porém de cor laranja, o que significava que ele era um mutante com domínio em fogo.


O livro nos deixa a par da existência de mutantes desde o primeiro momento. Com um dos pais mutantes, Selena pode se tornar uma também, mas ao se deparar com a cor distinta de sua nova marca, das cores normais em mutantes, ela percebe que alguma coisa pode estar errada.

Depois de diversos acontecimentos ela é levada para a escola de mutantes, onde precisa controlar seus poderes e também aprende que a tal marca em seu braço é diferente das demais por um motivo: ela nasceu para ser a Protetora Lendária, uma espécie de lenda entre os mutantes que os irá salvar quando eles mais precisarem. Com isso, Selena não controla apenas um, mas os quatro elementos: terra, fogo, água, ar, e o universo como bônus.

A proposta do livro é realmente promissora, posso imaginar esta história de diversas maneiras, por que ela nos dá várias ideias de como será. Mesmo que a autora tenha demorado em agilizar a primeira parte, o restante do livro é ótimo se tratando em desenvolvimento.

Como é apenas o primeiro volume, ele é deixado com muitas brechas para serem respondidas depois. A apresentação a esse novo mundo também é ótima, apesar de conter diversos elementos clichês, como os que citei acima. Realmente me pareceu um pouco de fantasia urbana, e gosto bastante do gênero.

Selena ao entrar nesse novo mundo dos mutantes arruma amigos e um possível interesse amoroso, o que parecem ser essenciais para a continuidade da série. Em alguns pontos o livro possui altos e baixos, mas não é uma leitura ruim. Este é o primeiro livro da autora e como disse, possui propostas interessantes e ganchos perfeitos.
ADQUIRA SEU EXEMPLAR NA AMAZON:

Comente com o Facebook:

7 comentários:

  1. Gosto muito de livros que envolvem mutantes, coisas sobrenaturais e coisas do tipo. Esse me chamou muita atenção! 💛

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  2. Olá...
    Adorei sua resenha!
    Fiquei com muita vontade de ler esse livro, os fatores que compõe o enredo parece tornar a leitura sublime... Gostei bastante de seus comentários!
    Dica anotada!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Às vezes os clichês nos faz julgar o livro antecipadamente, mas acabamos nos deparando com um livro incrível, né? Eu gostei da ideia da escola de mutantes, se bem que me lembrou a escola do Porf. Xavier... rsrs Tomara que a continuação traga mais cenas de ação do que no primeiro.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  4. apesar dos cliches parece mesmo um livro super legal, adorei conhecer por aqui

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  5. Oi! Eu não me importo com clichês desde que sejam bem conduzido. A proposta do livro é boa e achei bem interessante. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Todo mundo ama um bom clichê. kkkk eu tenho uma listinha de favoritos que eu amo odiar.
    A história parece meio viagem e mas não nego que eu daria uma chance para a leitura se tivesse oportunidade, até porque é uma história bem interessante!

    Abraço,
    Larissa | Parágrafo Cult

    ResponderExcluir
  7. Oi Ley!
    O que eu mais leio são cliches e nem ligo, amo inclusive KKKKKKKKKK. Achei legal a premissa. Bem vibe XMen com essa escola de mutantes. A curiosidade de fato para o porque da mocinha ter uma marca é real oficial KKKK.

    Abraços
    Emerson
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.