[RESENHA] Mortos Não Contam Segredos

10 de outubro de 2019

Olá Leitores!

Páginas: 351 |Editora: Galera |Autora: Karen McManus | Ano: 2019

Mortos Não Contam Segredos é da mesma autora de Um  de Nós Está Mentindo e segue no mesmo estilo de escrita e gênero. Ele é um suspense mais YA, com linguagem fluida e com um enredo que nos prende.

Ele é narrado em primeira pessoa por Ellery, logo quando ela e seu irmão gêmeo chegam na cidade de sua avó. A chegada deles já marcada pelos dois presenciarem um estranho morto numa estrada. O enredo já se inicia assim, cheio de mistério. A mudança deles para o novo lar, aconteceu depois de da deles mãe se envolver em um acidente e precisar ficar internada em reabilitação. A criação dos gêmeos sempre foi diferenciada e um pouco negligente pela mãe.

O gêmeo Ezra tem facilidade para lidar com pessoas em geral, enquanto Ellery já é diferente. Senti Ezra sempre mais distante de nós leitores, pelo fato do foco e da narração estar por conta de Ellery. Ela, por sua vez, tem uma personalidade que de imediato me chamou atenção. Mais reservada e adora crimes.

Essa obsessão dela por crimes em geral é ligada ao fato da irmã gêmea de sua mãe ter desaparecido no último ano do colegial exatamente na cidade em que os gêmeos acabaram de chegar. Ellery sempre quis saber o que ocorreu verdadeiramente com sua tia, mas a mãe nunca disse nada a respeito e pouco visitava a cidade.

"Era a pior coisa que eu podia imaginar: seu gêmeo desaparecer e nunca mais voltar."
O fato da tia dos gêmeos ter desaparecido a algum tempo tem importância e ao longo do livro isso é desenvolvido. Na visão de Ellery, a cidade em que mora esconde muitos segredos e parece que tudo está voltando ao que era antes. Já houve outro assassinato lá anos atrás e a vítima de chamava Lacey, e começamos a especular o que poderia ser e se tudo está ligado. Agregado a isso, começam a aparecer diversas ameaças para ela e outras meninas da escola que está frequentando.

A história fica ainda mais cheia de mistérios e especulações quando conhecemos outros personagens e a ligação deles com as vítimas. O livro acaba sendo narrado por Ellery e Malcolm, o irmão do principal suspeito do assassinato de Lacey. O romance entre os narradores é o que incrementa ainda mais a leitura. Por estarmos lendo o livro na visão de dois adolescentes, somos influenciados por eles e tiramos as mesmas conclusões também, isso faz com que percamos pistas importantes de quem é o real culpado dos assassinatos e das ameaças.

"Essa é a pergunta que não quer calar, não é? O que aconteceu?"
Mas essa é uma jogada inteligente da parte da autora, nos deixar tão imersas nos pensamentos de seus personagens, que mal conseguimos descobrir quem é o culpado. O suspense é muito bem elaborado, desconfiamos de todo mundo, e ao longo do enredo, descobrimos que todas as pessoas na cidade estão ligadas de alguma forma, mas resta saber qual é essa ligação.

A leitura é bastante rápida. Ficamos tão curiosos para saber quem é o culpado, que as páginas passam e mal damos conta. O livro tem um leque de atributos para ser ótimo, mas ele acaba por ser decepcionante em alguns pontos. O suspense é perfeito e nos prepara para um momento de plot em que nós leitores ficamos ávidos. Achei esse plot extremamente curto e ocorre em menos de uma página.

Juro que voltei a ler a mesma página porque fiquei confusa sobre onde estaria o resto da explicação. Mas afora isso, Mortos Não Contam Segredos é um YA para devorar, cheio de referências ótimas.

ADQUIRA O SEU NA AMAZON AQUI

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Olá, Leyanne.
    Eu me decepcionei um pouco com esse livro. Principalmente por causa da Ellery. Não consegui gostar dela, dai já viu. Por isso prefiro livros em terceira pessoa hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.