resenhas

[Resenhas][slideshow]

[RESENHA] Dark Collection Joe Hill vol. 1: A Capa


Olá, leitores!

Páginas: 224 | Autores: Joe Hill, Jason Ciaramella, Zach Howard, Nelson Dániel | Editora: DarksideBooks | Ano: 2020 | Gênero: Mistério, Ficção, Horror | Tradutor: Érico Assis | Classificação indicativa: +18

O que aconteceria se poderes fossem destinados para o vilão ao invés do herói? A Capa é o primeiro volume de uma série de graphic novels tendo várias pessoas envolvidas na construção da mesma. A história desse volume inicial é sobre Eric, que quando sua vida, já em decaimento, chega a um ápice pior, descobre uma curiosa peculiaridade de sua capa.

A capa esteve com ele durante os primeiros anos de sua vida, até que devido a um acidente quase mortal, sua mãe o separa do objeto. Eric tem uma vida complicada e se torna uma pessoa impulsiva e explosiva. Ele não é um cara bom, e é por isso que as consequências da capa estar em suas mãos também não são boas.

A história se torna sangrenta logo nas primeiras páginas, com Eric como protagonista e vilão da própria história. É como observar um efeito cascata em que o leitor tem noção de como a vida do protagonista foi afetada pelo acidente, assim como pelas suas próprias escolhas. Devido a essas informações, é quase inevitável o que acontece.


A história transmite sensações sombrias tanto pelas cores, traços e acontecimentos. Os personagens são jogados na trama com uma breve história inicial, mas logo tudo começa a ruir. O enredo se divide em duas partes onde a primeira vemos Eric como protagonista, mas não se sabe as origens da capa que está em seu poder.

A segunda parte se passa anos atrás, quando o pai de Eric estava na guerra. Esse novo foco é um ponto em que podemos encontrar algumas respostas mesmo sabendo o desfecho de toda a história. Acho que o enredo se torna mais completo depois de conhecermos mais sobre as origens dos personagens e, de certa forma essa nova perspectiva traz uma visão ampla de como tudo começou.

A conexão entre as duas partes fica cada vez mais clara conforme novas evidências tomam forma. Outro ponto que achei semelhante, são algumas ações dos personagens, bem como suas ações depois de serem agraciados com a capa.

A construção da história se dá por meio de várias cenas de ação, e essa é uma história para quem gosta de algo mais sangrento. O protagonista não é cativante, os acontecimentos são um tanto rápidos, e o desfecho pode ser um pouco previsível. Apesar disso, o mistério vai além da primeira parte, já que há um bom desenvolvimento em várias partes da obra. A leitura me deixou curiosa para conhecer mais dessa coleção, principalmente por parecer se tratar de histórias distintas em cada volume.


ADQUIRA SEU EXEMPLAR NA AMAZON:

3 comentários:

  1. Olá, Leyanne.
    Eu gosto muito dos livros do Joe Hill, mais do que os do pai hehe. Mas essa coisa de ser para pessoas que gostam de algo mais sangrento já me fez desistir. Eu não sou uma dessas pessoas hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Oi, Leyanne. Como vai? Os livros deste autor costumam me agradar. Este parece ser bom. Adorei a resenha. Abraço!


    http://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Leyanne,
    O fato do vilão ser o todo poderoso, me anima. Eu gosto de histórias assim, porém se ele não é cativante, me desanima um pouco, confesso...
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Dicas de Fantasia

[Fantasia][stack]

3 motivos para ler

[3 motivos][grids]

dicas para blogs literários

[Dicas para bookstagram][btop]

lidos do mês

[lidos do mês][grids]