resenhas

[Resenhas][slideshow]

[RESENHA] O Mal Nosso de Cada Dia


Olá Leitores!


Páginas: 304 | Autor: Donald Ray Pollock | Editora: Darkside | Ano: 2020 | Gênero: Suspense | Tradução: Paulo Raviere


O enredo deste livro me apresentou mil ideias sobre o que esperar da história, mas não entrei preparada para me deparar com um relato tão duro. O Mal Nosso de Cada Dia é uma leitura com conteúdo adulto, com uma linguagem crua que poderá afetar o leitor de diversas maneiras.


Vários personagens são aposentados na trama e cada um tem um destaque. O que maior recebe notoriedade é Arvin, que acompanhamos sua história na medida que cresce. O cenário é uma América decadente e por volta do fim da Segunda Guerra Mundial em uma cidadezinha pequena.


Os personagens são conflituosos e por mais que tenhamos acesso a suas pespectiva de narração, cada um possui crueldade e dureza como características. Esses adjetivos lhes são atribuídos pela forma como agem e pelo que se tornaram.



O que estou falando é que no final das contas todo mundo termina sofrendo.


A vida não foi fácil, a época é marcada pela guerra, assim como o conjunto de preconceitos que ela carrega. Consequentemente, os personagens são moldados em volta disso. A ligação entre essas vidas não é clara no início, então entramos na história e a surpresa sobre o que esperar é garantida, enquanto a leitura nos faz ansiar pelo clímax da história. O ritmo da leitura é lento, mas com um conteúdo chocante.


Aqui, é um relato claro de como a maldade humana pode assumir várias formas. Vemos desde racismo a abusos e não são relatos fáceis, apesar de serem descritos de maneira natural. Claro que isso pode ter feito parte da realidade de uma época, mas ainda sim é algo pesado de assimilar.


O fanatismo religioso também é uma pauta importante, andando lado a lado com a hipocrisia e a maldade. Vidas tocadas por pessoas assim e nenhuma saindo ilesas.



Acabei levando vários dias para finalizar a leitura por querer aproveitar mais dela. Terminei este livro já imaginando como seria o final, mas não me decepcionei por já haver uma antecipação na leitura para este momento. O livro pode ter uma fluidez melhor ainda por possuir capítulos curtos.


Após a leitura, todo o conjunto de informações me deixou pensando sobre tudo que absorvi. A escrita simples e despretensiosa foram um dos pontos que mais gostei, como também por ser um livro com um impacto enorme. Agora já estou ansiosa para ver a adaptação.


ADQUIRIA SEU EXEMPLAR NA AMAZON:

8 comentários:

  1. Oi, Leyanne como vai? O título do livro por si só já é impactante. Posso imaginar o quão prazerosa é a leitura. Ótima resenha. Abraço!



    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oiii Leyanne

    Ter capitulos curtos ajuda bastante, pra mim a leitura tb fica bem mais fluída. Ainda quero ler esse livro, acho que vou gostar. Amei essas fotos com a caveira, ficaram ótimas.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Leyanne,
    Hoje, vou deixar a dica passar pois não é uma obra que chame minha atenção.
    Eu passo bem longe de terror, sou medrosa demais, rs.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Ola,
    Eu achei a premissa interessante, cheia de elementos que adoro ler. Mas irei conhecer pela adaptação primeiro certamente.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  5. Às vezes, ler mais devagar acaba sendo melhor para digerir o livro, mesmo que ele seja previsível... Que bom que a leitura te foi agradável. Eu nem conhecia ele, mas já vai ter adaptação? Caramba! kkk
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  6. Oi Leyanne,

    Confesso que não é meu estilo de leitura, por isso vou deixar passar.
    Mas gostei de conhecer mais do livro.

    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  7. A leitura parece bem envolvente e daquele tipo que agrega várias coisas, mas não é um meu gênero literário que me chama atenção, mas quem sabe eu possa dar uma chance no futuro, né? Mas não deixa de ser uma boa recomendação. Beijocas!

    https://resenhabookshouse.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
  8. Oi Leyanne, tudo bem?
    Gosto desse tipo de livro, mas fiquei em dúvida sobre a história em si: é daquelas que têm vários narradores e o livro acompanha o dia a dia deles?
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir

Dicas de Fantasia

[Fantasia][stack]

3 motivos para ler

[3 motivos][grids]

dicas para blogs literários

[Dicas para bookstagram][btop]

lidos do mês

[lidos do mês][grids]