resenhas

[Resenhas][slideshow]

[RESENHA] Bom Dia, Verônica [Livro #1]

 


Olá Leitores!


Páginas: 256 | Autores: Ilana Casoy e Raphael Montes | Editora: Darkside | Ano: 2016 | Gênero: Ficção Policial


Tenho o exemplar deste livro há dois anos e mesmo que o enredo tenha me interessado a ponto de adquirir a obra, acabei não lendo e deixando o livro encalhado na estante. Com o anúncio da série sendo adaptada pela Netflix, a vontade de ler o livro veio à tona e finalmente cedi a essa leitura.


Bom Dia, Verônica teve sua primeira edição lançada em 2016 e minha edição (na foto do pos), é a lançada na época. Primeiro, este foi um livro lançado sob o pseudônimo de Andrea Killmore, e houve diversas especulações sobre quem seria a autora desta obra.


O mistério rondou até a Bienal de 2019, quando finalmente foi revelado que Ilana Casoy e Raphael Montes haviam escrito o livro. Os dois autores são conhecidos por terem obras de destaque. Ilana Casoy é escritora de algumas obras da Darkside, como Casos de Família. Raphael Montes escreveu várias outras obras, não pela Darkside, e uma delas se chama Jantar Secreto.


O livro que os dois autores escreveram é uma ficção policial que se passa no nosso país, na cidade de São Paulo. A obra retrata uma mulher, chamada Verônica, trabalhando dentro do departamento de polícia do estado. Ela é apenas uma secretária e até então não faz trabalhos em campo.


Pela realidade vivida dentro da delegacia ser mais dura e cheia de injustiças, Verônica se depara com dois casos envolvendo mulheres que se dispõe a investigar sem avisar seus superiores. A falta de apoio no seu caso pode ser absurda, mas é compreensível pelo retrato da polícia atribuída na história.



Verônica trabalha em um ambiente próximo da realidade brasileira no que diz respeito a injustiça. A brutalidade, a falta de eficiência pela negligência de alguns responsáveis dentro da polícia, corrupção, e a demanda são pautas importantes vividas por Verônica, que também podemos ver refletida na nossa vivência.


A personagem tem uma índole duvidosa, porém seus conceitos e atitudes acabam ganhando o leitor pela sua busca incessante por respostas e justiça. Ela é uma mulher forte, que sofre discriminação por ser mulher e ainda não há ajuda em sua busca por justiça. Seus métodos são ainda mais duvidosos, e o ditado "os fins justificam os meios" seriam algo facilmente transmitido pela personagem.


Temos uma ampla visão de toda essa situação e da urgência crescente da investigação de Verônica. Torcer pela eficiência dela é inevitável. Porém, outros acontecimentos afetam seu desempenho, como problemas familiares, amorosos, assim como seu emprego. Há uma construção na personagem, que também podemos chamar de "desconstrução", por levá-la a um nível desconhecido e talvez não totalmente bom.


Ao ser levada a investigar essas ocorrências contra mulheres sem ajuda, suas opções são poucas, consequentemente o desespero por acabar  logo com isso também se torna mais próximo. Tudo chega em um ápice que me deixou também ansiosa pelo resultado final. Tudo indicava que haveria um desfecho decisivo. Contudo, a transformação de Verônica foi algo que ainda não consegui registrar em que momento ocorreu.


Só fiquei mais tranquila diante desse desfecho, após saber que este é apenas o primeiro volume de uma trilogia ainda sendo escrita pelos autores. Não sei bem o que esperar dos próximos volumes, já que fui tão pega de surpresa pelo final que ainda estou tentando imaginar os próximos passos dessa história.


Sem dúvidas a leitura me passou uma sensação apreensiva devido ao enredo, mas também senti que foram algo bem próximo da realidade, desde as questões sociais quanto a injustiça. É crítico viver em um caos e vislumbrar que a vida de Verônica pode ser algo próximo e as consequências de sua transformação também pode ser um efeito disso.



ADQUIRA SEU EXEMPLAR NA AMAZON:

4 comentários:

  1. Olá,
    Eu adoro os livros do Raphael, então este me deixa ansiosa pela leitura, mas acho que a adaptação virá primeiro. Muito legal que é um policial 100% nacional.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Leyanne como vai? Me parece um ótimo livro. Que bom que você gostou de o ler. Sua resenha ficou ótima, fiquei curioso em conhecer este livro. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Leyanne,

    Já ouvi falar do livro, mas nunca li pois não é muito lá meu gênero.
    Que bom que gostou da leitura, nem estava sabendo da adaptação, quem sabe eu não vejo ela rs.

    Bjs
    https://diarioelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Leyanne,
    Eu gostaria de ler antes de ver a série de TV, porém, como estou bem atrasada nas leituras e o livro não está muito barato, vou acabar vendo a adaptação primeiro mesmo.
    Já tive contato com a escrita do Raphael Montes e gostei muito, então estou com minhas expectativas altas!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Dicas de Fantasia

[Fantasia][stack]

3 motivos para ler

[3 motivos][grids]

dicas para blogs literários

[Dicas para bookstagram][btop]

lidos do mês

[lidos do mês][grids]