resenhas

[Resenhas][slideshow]

[RESENHA] Filhos de Sangue e Osso [Livro #1]

 

Olá leitores!


Páginas: 548 | Autora: Tomi Adeyemi | Editora: Rocco | Ano: 2018 | Gênero: Fantasia, Young Adult | Tradutor: Petê Rissatti


A cultura iorubá é de origem africana e foi uma das primeiras coisas que me chamaram atenção em Filhos de Sangue e Osso. A obra tem uma influência enorme dessa cultura e ainda nos apresenta um enredo com personagens 100% negros.


É uma junção tão original, que foi impossível não despertar meu interesse. A autora é negra e nigeriana e resgatou em seu livro uma cultura que poucos conhecem, mas que fazem parte do berço da humanidade.


Filhos de Sangue e Osso é um livro de fantasia que acompanha Zélie. Temos uma narração em primeira pessoa e a protagonista não é a única a narrar a história. No mundo criado pela autora, há uma divisão entre dois povos.


Um deles são os maji, também chamados de divinais, eles são portadores de magia, com características marcantes como os cabelos brancos como a neve. Já o povo que está no poder, não possui magia e anos atrás houve uma investida que resultou na morte de inúmeros divinais, e a perda total da magia.



Você nos esmagou para construir sua monarquia sobre o nosso sangue e ossos. Seu erro foi nos deixar vivos. Foi pensar que nunca revidaríamos.


Hoje, este mundo é um lugar onde os divinais não tem voz, a magia está extinta, e há preconceito entre eles. Fica claro que o livro irá falar também do abuso de poder existente na trama. A representatividade é um dos aspectos mais fortes na obra por ter um enredo com personagens negros, e pelo contexto cultural forte e real.


Os outros personagens que dividem a narração com Zélie, são Amari e Inan. Eles são filhos do rei que oprime os divinais, então é uma pespectiva ampla para acompanhar. Suas atitudes me surpreenderam, mas também cheguei a passar muita raiva com Inan. Como são personagens criados para odiar divinais, há um tipo de curtume enraizado ali com base na crueldade e poder.


O fato da protagonista ser mulher e também ter um peso enorme para a história, deixa tudo ainda mais representado. O enredo irá contar com Zélie e sua busca para recuperar a magia, assim como o direito de seu povo. O contexto do livro é tão real que podemos transportá-lo para nossa vivência.


Por mais que seja uma fantasia, é gritante como alguns eventos no livro se assemelham com o que vemos na atualidade. No decorrer da história da história,  o resgate da magia não fica somente a cargo de Zélie, como também outros personagens passam a ser importantes. Entre eles, vemos alguns questionamentos plausíveis sobre seus conceitos.



Somos todos filhos de sangue e osso. Todos instrumentos de sangue e virtude.


Sobre o enredo, alguns pontos foram bem previsíveis, na minha opinião. Também há um romance no livro que achei extremamente rápido e que no contexto em que ocorreu não fez tanto sentido assim. Porém, a história não se resume a isso e embora houveram aspectos que não me agradasse, a fantasia me conquistou.


Do jeito que as coisas terminaram por aqui, já estou esperando algo impactante para os próximos volumes. Acabei demorando um pouco para finalizar a leitura por haver trechos bem dolorosos. A sensação que tive se assemelha a minha experiência com o livro Uma Chama Entre as Cinzas.


Os personagens acabam sofrendo muito, e eu também senti muito isso ao me conectar com a história, portanto, não consegui devorar o livro de uma vez. Preferi ler aos poucos e sofrer um pouco cada vez que lia. A situação em que os divinais são submetidos me causaram um desconforto terrível, e é ainda pior se formos comparar com o quanto isso pode ser real.



ADQUIRA SEU EXEMPLAR NA AMAZON:

14 comentários:

  1. Muitas coisas me chamam a atenção para ler esse livro, desde a capa até a premissa e cultura que envolvem ele. Fiquei curiosa desde a primeira vez que o vi.

    Abraço ♥
    Larissa - Blog: Parágrafo Cult

    ResponderExcluir
  2. Estou tentando não gostar desse livro há vários dias, estou cheia de expectativa a respeito dele. Eu quero e não quero ler kkkk
    Mas acho que uma hora vou acabar cedendo kkkk Sua resenha está incrível, ainda mais com suas ressalvas.
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  3. Oi, Leyanne como vai? Que resenha linda, parabéns! A capa deste livro é muito bonita, sua premissa é atrativa. Que bom que o livro lhe agradou, mesmo que não totalmente. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oiieee Leyanne

    A unica coisa que não gostei nesse livor foi o romance, achei desnecessario e nao colou pra mim. De resto, a trama é incrivel, adorei as duas garotas e a ambientação com todas as lendas e costumes me prendeu demais. Esperemos que a Rocco não demore pra lançar a segunda parte.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  5. Eu amei a resenha, ultimamente não tenho lido muitos livros, mas eu achei esse interessante, e a ilustração dele é tão linda. Adorei o post. bjs bjs https://beperes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Menina, esse livro parece demais. Gostei da premissa e a trama. Preciso conferir!

    Beijo.
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  7. Oi Leyanne,

    Não li esse livro, mas ele tem uma premissa bem interessante.
    Dica anotada.

    Bjs
    https://diarioelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Esse livro aparentemente está cheio de representatividade, eu gostei bastante do enredo e fantasia é comigo mesmo, acho que vale a pena ser acrescentado a minha lista de leituras. Eu adorei a sua resenha, beijos e sucesso!!!

    https://resenhabookshouse.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
  9. Olá, Leyanne.
    Eu escolhi ler esse livro para um desafio que estou participando. Era um livro de fantasia de uma autora negra. E adorei a história. Gosto muito de livros que trazem outras culturas e apesar de ter achado a protagonista meio cabeça dura não vejo a hora de ler o segundo.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Apaixonada por essa capa! Enquanto lia a resenha lembrei de um amigo que com certeza amaria esse livro, gostei da indicação e mesmo não tendo lá grande experiência com fantasia, gostei muito do que a história representa e de saber que se assemelha com a realidade!
    Beijoss, Blog Seja Agridoce ♥️♥️♥️

    ResponderExcluir
  11. Não sei porquê geral insiste em colocar romance em fantasia viu... é legal, mas nesse caso e pelo que você disse, melhor nem existir
    Ainda estou em dúvida se algum dia irei ler esse livro...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  12. Eu só vejo comentários positivos desse livro, não é meu gênero favorito, mas tenho vontade de ler!
    E que fotos lindas que você faz, eu amei!

    Beijinhos 😘
    Thay - Sankas Books

    ResponderExcluir
  13. Oi Leyanne,
    Eu ainda não li esse livro, mas desde o lançamento está na minha lista pela rica cultura que deve nos apresentar. E por mais que tenha algumas ressalvas, vejo a maioria o elogiando, então estou otimista com a leitura!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Esse é um livro que desejo desde que lançou, mas ainda não li, exatamente por saber das cenas mais fortes. Tenho que estar com "espírito preparado" para isso. Você fez bem em ler devagar, assim é mais fácil para digerir certas coisas.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir

Dicas de Fantasia

[Fantasia][stack]

3 motivos para ler

[3 motivos][grids]

dicas para blogs literários

[Dicas para bookstagram][btop]

lidos do mês

[lidos do mês][grids]