[RESENHA] Cores Vivas

4 de dezembro de 2019


Olá Leitores!

Páginas: 304 | Editora: DarksideBooks | Autora: Patrice Lawrence | Ano: 2019


Estamos sempre admirando alguma nova edição da Darkside, e a edição de Cores Vivas está impecável, o corte lateral é um arraso! O nome do livro já dá ideia de uma explosão de cores, e a mensagem da história também quer nos lembrar a importância do mesmo.

Ele acompanha a história de Marlon, um garoto negro que vive na Inglaterra com a mãe, ele tem 16 anos e no momento está se sentindo nas nuvens por estar ao lado de uma garota branca, sendo tratado como se fosse importante enquanto ambos sentem o efeito do Ecstasy que tomaram.

Marlon não é um garoto adepto as drogas, na verdade é sua primeira vez experimentando e tudo por causa da garota que está do seu lado. Ele é um aluno regular e sua mãe já o fez prometer que não seguiria os passos do irmão, que foi um integrante no mundo do crime, mas depois de um acidente hoje vive em uma casa de repouso.


Mesmo com isso em mente, Marlon ignora sua mãe só esta vez, acontece que tudo dá errado no momento em que a garota, Sonya, entrega as drogas para ele e logo após entrarem em um brinquedo em um parque de diversões, Sonya morre de maneira misteriosa.

Marlon por ser negro e por estar na companhia de uma garota branca, é desacreditado pelos policiais ao alegar inocência, e junto com o histórico do seu irmão pela quantidade de passagens pela polícia, Marlon é tratado como se fosse um bandido comum.

O livro é uma literatura voltada para qualquer meio social, e enfatiza como é a vida de um garoto negro, que mesmo não fazendo nada de errado, só por conta de sua cor, já é considerado culpado. Após o incidente com Sonya no parque, tudo desmorona. Sua mãe se sente traída, ele tem conflitos com sua melhor amiga Trish, e começa a sentir o peso de tudo isso em cima de seus ombros.

Cores Vivas possui diálogos informais, simula corretamente gírias, abreviações e expressões faladas entre adolescentes. Marlon foi criado por pais amorosos e adora ficção científica e música, e no livro há inúmeras referências como Vingadores, Star Wars, Star Trek, Matrix, Isaac Asimov, entre outras.

"Mas a maioria deles falava assim, meio moleque, meio homem, bem um lance das ruas de Londres."
Com o desenrolar da história, Marlon percebe que talvez ser chamado para sair com uma garota branca tenha um motivo ainda mais sério que pensava, e tudo fica ainda mais complicado a partir daí, iniciam ameaças contra ele e pessoas que ama. Uma parte dolorosa que me tocou bastante Marlon não confia na polícia e tenta seguir as regras das ruas para tentar sair dessa.

Essa é uma história lamentável que chega bem perto da realidade. Ao ser privado de ajuda, e estar em uma situação complicada, Marlon é como se fosse apenas um exemplo do que muitos garotos passam por aí, sua vida decresce devido aos problemas que viram bolas de neve impossíveis de resolver sozinhos.

A autora utilizou fatos verdadeiros e mesclou com a ficção para nos chamar atenção a um fato extremamente importante que é o racismo, ainda existente em muitos meios sociais. O livro nos dá uma ampla visão da decadência da vida de um jovem negro que é arrancado de uma vida pacífica e jogado no mundo do crime.

Marlon apesar de estar nesta situação complicada, tem uma mãe que merece uma salva de palmas. Ela é uma mulher que aguentou o tranco ao perder o marido e parcialmente o filho mais velho. Nem todas as mães em situação semelhante agiria da maneira como ela agiu e isso aqueceu meu coração.

"Devíamos ser quatro pessoas ali, sentadas à mesa e contando piadas, mas uma estava morta e o outro tinha mudado muito. Só tínhamos sobrado minha mãe e eu."
Este tópico é o que enfatiza a importância do jovem ter apoio, e vindo da mãe, isso se torna extremamente especial. Cores Vivas também é um livro para te fazer lembrar a importância das cores. Não tem importância qual seja, um mundo cheio de cores é mais vivo.

O livro todo me deu uma lição, mas ainda sim achei o final um tanto inconclusivo, houve explicações quanto ao que acontece, contudo havia bastante outras coisas que eu gostaria de saber. Isso é somente uma opinião pessoal, o livro todo é maravilhoso e a leitura vale muito a pena.
ADQUIRA SEU EXEMPLAR NO SITE DA DARKSIDEBOOKS AQUI.
OU
NA AMAZON:

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Menina onde você encontrou essa preciosidade? Gente...
    A DarksideBooks é demais!! Mas dessa vez, mesmo que a capa fosse feia, esse será um dos livros mais queridinhos de muita gente. Estou chocada e apaixonada por esse livro, pela história do garoto. É retratado a realidade de muitos jovens de forma bem realística pelo jeito.
    Sua resenha está incrível!
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  2. Oi, Leyanne!
    Menina, fiquei babando nessa edição. Está um arraso mesmo.
    A historia chamou bastante minha atenção, principalmente pelo tema abordado que acho importantíssimo.

    Beijos
    Construindo Estante || Instagram

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.