Os Livros de Areia e Sangue

17 de junho de 2019

Olá Leitores!

Páginas: 368 |Editora: Coerência |Autora: H. F. Kowiak |Ano: 2019



Amat e seu pai vivem uma vida simples. Ela é curiosa e vive questionando a respeito de tudo: crenças, o porquê das coisas, etc. Por conta disso, seu pai é morto após ela desafiar os deuses. Logo após ela jura vingança por seu pai e segue sua vida sem qualquer esperança.
Depois  de rolar pela vida, ela não é mais a mesma e enfrenta várias situações difíceis. O livro ao mesmo tempo que narra a história de Amat, conta também sobre os deuses dali. É uma mescla que confunde um  pouco. É bem evidente que a cultura é diferente da qual estamos acostumados. Não sei se meu palpite é o certo, mas as divindades representadas parecem baseadas na cultura egípcia.

Só posso dizer que a descrição dos deuses é muito bem trabalhada, a história de cada um é aprofundada e fiquei encantada com isso. Li pocas histórias sobre mitologias e essa tem uma conexão muito boa. As cenas também são bem descritas e algumas envolvendo Amat são extremamente sangrentas.

Tive uma certa dificuldade para compreender a história a princípio devido aos diálogos. Eles são bem formais e se assemelham bastante ao que vemos em leituras clássicas. Mas depois a leitura engrena e o enredo fica bem interessante. O que mais gostei foi o choque de cultura e a construção de Amat que muda tanto em meio a tudo o que sofre.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.